No Brasil a Ordem possui três Associações e, além disso,  a Sociedade Cruz de Malta, esta ligada à Embaixada  por razoes logísticas. Em 2004, foi criado um órgão de cúpula, o Conselho Nacional das Associações dos Cavaleiros Brasileiros, com a finalidade de se estabelecer uma coordenação no auxilio aos necessitados através do estabelecimento de convênios alargados, quer em nível Estatal ou Privado.

  • Associação dos Cavaleiros da S.M.O.M. de São Paulo e Brasil Meridional

    A criação da Associação em São Paulo deveu-se à necessidade de uma ação humanitária que tivesse como base a defesa dos marginalizados, excluídos de uma sociedade econômico—industrial em desenvolvimento. Logo após o Rio de Janeiro foi, pelo então Príncipe Olgierd Czartoryski, solicitado ao Prof. Vicente Amato Sobrinho, já membro da Ordem, desenvolver ações para a criação de uma Associação em SP. Assim surgiu a Associação de S. Paulo e Brasil Meridional a 21/12/1956.

    As atividades da Ordem de Malta em S. Paulo começaram com poucos recursos segundo a orientação da Faculdade de Higiene e Saúde Publica. Foram criados pequenos ambulatórios médicos, que culminaram no Centro Assistencial Cruz de Malta, onde se exponenciou um vastíssimo programa de ajuda aos necessitados, com prestação de valiosos serviços nas áreas de saúde e educação.

    Neste momento (2014) tem uma creche para 210 crianças até 5 anos, um Centro de Juventude para o desenvolvimento intelectual e social de 150 jovens dos 7 aos 14 anos, um centro para mães com aulas de higiene e puericultura com extensão a programas de suplemento alimentar e de educação sanitária, atendimento médico e odontológico e cursos profissionalizantes para jovens e adultos. Possui também convênios com universidades e hospitais para o desenvolvimento de atividades nas áreas de odontologia e oftalmologia, orientadas no atendimento de crianças e adolescentes carentes. Ministra cursos profissionalizantes e ainda integra ações de reabilitação de adolescentes com problemas penais. Tudo isto só foi possível com ações de parceria com entidades privadas e/ou oficiais que se prontificaram a ceder meios, e ai a imprescindibilidade da qualidade de administração.

    Para além disso, em Pinhais (Curitiba, Paraná), através da Fundação Weiss-Scarpa, há um Centro Profissionalizante de elevado padrão, um Lar de Terceira Idade com 40 apartamentos, cada um com capacidade para 2 pessoas, sendo auxiliado por 19 Irmãs da Copiosa Redenção.

    Tinha desde 1988 em funcionamento uma creche para 80 crianças, que em 2008 foi adaptada para portadores de necessidades especiais, com a intervenção direta da APAE e uma casa que recebia inicialmente 7 crianças abandonadas, que aì permaneciam até uma decisão judicial, depois adaptada para jovens e adultos do sexo feminino que fizeram tratamento nas comunidades terapêuticas mantidas pelas Irmãs da Copiosa Redenção. Dispõe ainda de uma organização para auxiliar a Pastoral da Crianças nas paroquias de Pinhais, Piraquara e Quatro Barras.

    Em Macapá, Estado de Amapá, auxilia na manutenção de um barco no Rio de Amazonas, o S. João Baptista II, que é já substituição de um anterior, o S. João Baptista I, que percorre as povoações localizadas nas margens, para prestar serviços médicos primários e assistir religiosamente quem necessita. Isso porque o responsável è o Padre Raul Matte, que também é médico.

  • Associação dos Cavaleiros da S.M.O.M. do Rio de Janeiro

    Surge pela iniciativa do Príncipe Olgierd Czartoryski. Foi oficialmente fundada em 1957, realizando obras assistenciais non Estados da jurisdição que então lhe foram adstritos, e delimitados após a criação da Associação de Brasilia e Brasil Setentrional em 1984, aos Estados do Rio de Janeiro, do Espirito Santo e de Minas Gerais.

    No Rio de Janeiro, em especial na Baixada Fluminense, e em Belo Horizonte (Minas Gerais), mantem uma biblioteca, presta serviços de apoio a uma creche para meninos da rua, oferecendo cursos de informática reforço escolar, corte e costura e terapia ocupacional para a Terceira Idade.

    Mantem convênios com Universidades e Hospitais para o atendimento a crianças e jovens, oferecendo atendimentos odontológicos – clínica geral e prótese – e psicológicos; presta serviços de transporte aos doentes das favelas para os hospitais.

    Com a renovação de um programa formalizado com a Diretoria (2004), centralizou os seus esforços em contribuições assistenciais na IBRM (Associação Beneficente do “Instituto Brasileiro de Reeducação Motora”) que viria depois a desvincular-se, no Centro Social Cruzada S. Sebastião (em Leblon, RJ) e no Centro Comunitário de ajuda às favelas Sitio Pai João (em Itanhangà, RJ).

  • Associação dos Cavaleiros da S.M.O.M. de Brasilia e Brasil Setentrional

    Fundada em 1984, realiza obras assistenciais nos estados da sua jurisdição.

    A Associação recém-criada contava com poucos recursos. Mesmo assim, conseguiu rapidamente fundar duas creches em Brasilia, hoje administradas pela Sociedade Cruz de Malta.

    Após sua fundação, a Associação começou a apoiar e a administrar equipes de jovens com atividades de proteção ao ambiente, comunitárias, dentre outras ações.

    Também em Picos, no Estado do Piauí, houve uma ação humanitária de envergadura em relação aos hansenianos e o Projeto S. João Baptista para crianças carentes. Ambos os projetos passaram também para a Sociedade Cruz de Malta.

    Não se pode olvidar que, na ocasião da criação das creches, existia na região amazônica o importante trabalho desenvolvido pelo Servo de Deus Marcelo Candia, industrial italiano, Cavaleiro de Graça Magistral, que, desfazendo-se de seus bens, mudou-se para o Brasil com o firme propósito de servir uma população esquecida e desamparada do Amapá. Lá fundou um importante programa de combate à hanseníase, inclusive um hospital-escola. O Dr. Candia contava com a colaboração direta do Grão-Prior da Lombardia e Veneza, Fra’ Roggero Caccia Dominioni. Eram tempos árduos, porque naqueles distantes rincões faltava quase tudo, mas nunca o essencial: o amor aos doentes e aos mais desamparados. Infelizmente, com a morte de Dr. Candia, essas obras desvincularam-se da Ordem de Malta e passaram ao Poder Público Estadual.

    No entanto, a Associação de São Paulo continua apoiando o trabalho do Padre Raul Matte.

  • Conselho Nacional das Associações Brasileiras da S.M.O.M.

    O Conselho foi homologado pelo Grão Magistério da Ordem em 2004, tem sede em Brasilia (Embaixada da Ordem) e foi criado com vista a uma orientação mais uniformizada na política das Associações do Brasil, e sendo constituído pela sociedade da Cruz de Malta e pelo Embaixador da Ordem junto ao Brasil.